Logo Impulsefy

Blog

Como criar uma buyer persona eficaz para o seu negócio

Você já se encontrou perdido em pensamentos, imaginando quem seriam os clientes ideias ou melhor dizendo sua buyer persona para o seu negócio?  Afinal desvendar os desejos, necessidades e comportamentos exatos desses clientes é uma peça fundamental no quebra-cabeça do sucesso empresarial. É nesse ponto que entra em cena a elaboração da persona do comprador. […]

Você já se encontrou perdido em pensamentos, imaginando quem seriam os clientes ideias ou melhor dizendo sua buyer persona para o seu negócio? 

Afinal desvendar os desejos, necessidades e comportamentos exatos desses clientes é uma peça fundamental no quebra-cabeça do sucesso empresarial. É nesse ponto que entra em cena a elaboração da persona do comprador.

Entretanto, criar uma persona de comprador eficaz vai muito além de atribuir um nome e uma imagem a um conceito abstrato. É um processo que exige pesquisa e análise criteriosa. Neste artigo, iremos compreender passo a passo como criar uma buyer persona eficaz, aquela que realmente impulsiona os resultados do seu negócio.

Ao ler este artigo, você estará no caminho certo para criar personas de compradoras, que servirão como alicerce para estratégias de marketing e vendas mais eficazes.

O que é buyer persona?

A persona do comprador é essencial para entender o cliente ideal, suas necessidades, desejos e desejos. Além disso ela oferece detalhes sobre o perfil do cliente, como demografia, comportamento e estilo de vida. Isso ajuda a empresa a personalizar estratégias de marketing, criar produtos relevantes e mensagens personalizadas. como resultado ela ajuda a direcionar suas estratégias de marketing e entender melhor as necessidades do seu cliente. Imagine que seja um retrato completo do tipo de pessoa que você quer alcançar com seus produtos ou serviços.

Aliás com essa imagem clara em mente, você pode ajustar suas mensagens de marketing de forma mais precisa, incluindo a linguagem certa, os interesses relevantes, os momentos ideais para se comunicar e os formatos que mais atraem esse cliente. Isso melhora suas chances de sucesso nas ações de marketing.

Lembrando que uma empresa pode ter mais de uma buyer persona, dependendo dos diferentes tipos de clientes que ela deseja alcançar.

Para entender o impacto disso, considere alguns dados interessantes:

  • Pesquisas mostram que 71% das empresas bem sucedidas usam personas para orientar suas estratégias.
  • Profissionais de marketing que criam personas e acompanham a jornada do cliente têm 73% mais detalhes em relação aos leads diversificados.

Portanto, a buyer persona guia tudo o que você faz no seu negócio, desde a criação do produto até como você se comunica com os clientes. Ela é fundamental para um planejamento eficiente, permitindo que você alcance uma pessoa específica em vez de um grupo genérico, como ocorre ao definir um público-alvo.

Qual a diferença entre persona e público alvo?

A diferença entre persona e público-alvo é que o público-alvo é um grupo amplo com características próximas, como idade e a persona é como um retrato mais detalhado e realista do cliente ideal.

O público-alvo seria algo como “mulheres profissionais de 25 a 40 anos com renda alta que vivem na cidade”. Enquanto isso, uma persona seria algo como “Lucas, um estudante de 18 anos de São Paulo, interessado em universidade e independência”.

O público-alvo dá uma visão geral, enquanto a persona é como uma pessoa imaginária com hábitos e desejos reais. A persona ajuda a criar estratégias de marketing mais precisas.

Como criar uma buyer persona? 

1. Pesquisa e coleta de dados 

Defina como você vai descobrir informações para criar sua buyer persona. Você precisa se organizar para coletar os dados certos sobre seus clientes.

Idealmente, você deve falar com pessoas que já compraram de você e sabem o valor da sua marca. Mas também pode fazer pesquisas com aqueles que estão interessados, ou mesmo conversar com sua equipe de vendas e atendimento.

Existem várias maneiras de fazer essa pesquisa:

Pesquisa Quantitativa: Pode ser como uma enquete com muitas pessoas. Isso ajuda a ter uma ideia geral do que seus clientes querem.

Pesquisa Qualitativa: Isso envolve falar com menos pessoas, mas de forma mais profunda. É como uma conversa longa para entender bem o cliente.

Ferramentas e Métodos: Há muitas maneiras de coletar informações, como formulários online, entrevistas por telefone ou presencialmente, e até análise de dados de uso do seu site e redes sociais.

O importante é saber que você está coletando informações valiosas para entender quem é seu cliente ideal. Tenha tudo pronto para ter a melhor experiência possível na sua jornada de criar uma persona.

2. Perguntas para definir as personas

Escolher as perguntas certas para criar uma persona é como montar um quebra-cabeça. Você quer juntar peças importantes para entender quem é o cliente ideal. Aqui estão algumas perguntas que podem ajudar:

Informações sobre a Pessoa:

Homem ou mulher?

Quantos anos tem?

Onde mora?

Estudou até onde?

Se for B2B (empresa para empresa):

Qual carga ocupa?

Que tipo de empresa trabalha?

É uma empresa grande ou pequena?

Trabalho e Objetivos:

Como é um dia de trabalho normal para você?

O que faz na empresa?

Quais são seus maiores objetivos e desafios?

Conteúdo:

Usa redes sociais? O quê?

Onde busca notícias e informações?

Como gosta de aprender coisas novas?

Compras e Consumo:

Que marcas gostam?

Fica sabendo das novidades dessas marcas?

Onde comprar o que precisa?

Como você gostaria de ser atendido?

Relação com a Marca:

O que chamou sua atenção nesta marca?

Como essa marca ajuda você?

O que mais gosta dessa marca?

Outras coisas:

Quais são seus hobbies?

O que te faz feliz?

Quais são seus sonhos?

Como o que você vende ajuda?

Lembre-se de usar o bom senso e não fazer muitas perguntas. Alguns podem ser pessoais demais. Também não precisa seguir as perguntas exatamente. É como uma conversa, você pode adaptar as perguntas ao que faz sentido para cada pessoa. E não esqueça: escolha só as perguntas que realmente vão ajudar a entender seu cliente.

3. Problemas do cliente 

Descobrir os problemas do cliente é uma parte importante da pesquisa. Ao falar com sua audiência, pergunte sobre os desafios que eles enfrentam. Isso ajuda a entender quais obstáculos eles têm ao tentar alcançar seus objetivos.

Também é bom perguntar como eles acham que esses problemas podem ser resolvidos. Isso mostra como você pode ajudar com seu produto. E, às vezes, pode revelar oportunidades de inovação que você nem imaginava.

Se você tem uma equipe de atendimento ao cliente, eles também são uma ótima fonte de informação. Eles podem contar quais perguntas ou reclamações são mais comuns. Isso ajuda a identificar as dificuldades que seus clientes enfrentam.

Ao entender os problemas da persona, você pode oferecer soluções mais precisas e relevantes. Isso é fundamental para construir um relacionamento forte com seus clientes.

4. Analise as informações 

Depois de concluir sua pesquisa, você terá todas as informações necessárias para criar uma buyer persona. O próximo passo é analisar esses dados em busca de padrões ou tendências.

É importante eliminar informações em excesso com cuidado, mas tenha cuidado para não descartar elementos importantes para o planejamento e o desenvolvimento das estratégias da empresa. Se estiver em dúvida, consulte sua equipe de marketing e vendas para avaliar o culturalismo dessas informações.

Em algumas situações, você pode perceber que está surgindo mais de um padrão, indicando a presença de múltiplas personas para o seu negócio. Se isso acontecer, significa que seu produto ou serviço atende a diferentes tipos de público.

Por outro lado, se você não conseguir identificar um padrão claro, pode ser necessário aprimorar sua pesquisa e coletar mais dados de um número maior de pessoas.

A coleta  de informações e o descarte do que não é essencial são passos fundamentais na criação da persona do comprador. Isso ajuda a construir um retrato mais preciso e útil para orientar suas estratégias de marketing e vendas.

5. Entenda como seu produto/negócio pode ajudar

Com as informações coletadas e organizadas, é hora de analisar e criar uma persona de forma mais completa. É fundamental entender como seu produto ou serviço e sua empresa podem ser úteis para o cliente, ajudando-o a superar desafios e alcançar objetivos.

Durante uma pesquisa com o público, é importante perguntar de maneira direta: “Como podemos ajudá-lo?”. Essas respostas servirão como orientação valiosa para suas campanhas de marketing. Eles mostrarão como sua marca pode fornecer soluções reais e agregar valor à vida do cliente.

6. Descreva o perfil da sua buyer persona

Com os dados organizados em grupos e padrões, você pode criar uma descrição detalhada de sua buyer persona. Isso é muito mais interessante do que apenas ter informações genéricas sobre o público-alvo.

Quando você descreve uma persona, é crucial tornar as informações acessíveis a todos na equipe de marketing e vendas. Você pode até dar um nome à persona, definir sua idade, profissão e até criar uma história sobre sua vida cotidiana para maior compreensão. É como dar vida ao cliente ideal.

Não esqueça de adicionar uma imagem para que todos possam visualizar a persona facilmente. Além das informações básicas, incluindo os objetivos, desafios e aspirações, tanto pessoais quanto profissionais.

Este é o momento de colocar no papel tudo o que aprendi com as pesquisas. Certifique-se de criar um perfil completo para que todos na equipe saibam com quem estão lidando. Imagine uma persona como uma pessoa real que interage com sua marca, isso ajuda a manter o foco em atender suas necessidades de maneira eficaz.

7. Compartilhe com a sua equipe

Após todo esse trabalho de construção da persona do comprador, é crucial compartilhar o resultado com todas as equipes da empresa, especialmente as de marketing e vendas. Isso garante que todos estejam cientes e compreendam quem é a persona da empresa.

Essa compreensão é fundamental para garantir uma comunicação eficaz e identificada com leads e clientes. Quando todos na empresa conhecem uma persona, podem adaptar suas abordagens e estratégias de acordo com as necessidades e características desse cliente ideal, o que melhora a eficiência geral das operações de marketing e vendas. Portanto, compartilhe o perfil da buyer persona com sua equipe para garantir um controle completo e uma comunicação direcionada.

Considerações 

Em um cenário empresarial cada vez mais competitivo e voltado para o cliente, a criação de personas de compradores  emerge como um dos pilares fundamentais para o sucesso. O processo de desenvolver essas personas vai muito além de definir nome e imagem a um conceito abstrato; é um mergulho profundo nas necessidades, desejos e comportamentos dos consumidores.

Através dessa abordagem, as personas se tornam o alicerce para a inovação, a criação de produtos que resolvem problemas reais e a construção de estratégias de marketing que realmente ressoam com o público-alvo. Compartilhar essas personas com toda a equipe da empresa, especialmente marketing e vendas, garante uma comunicação coerente e direcionada, aumentando a eficácia das operações.

Em última análise, a criação de personas de comprador eficaz não é apenas sobre o entendimento do cliente, mas sobre o aprimoramento da relação entre a empresa e seus consumidores. Ao investir tempo e esforço nesse processo, as empresas podem construir uma base sólida para o crescimento, oferecendo valor genuíno, soluções relevantes e experiências incluídas para cada persona

Você já investe em anúncios online

O que falta para a sua empresa começar a vender?

Leia também

Impulsione o atendimento da sua empresa com a gente

Todos os direitos reservados ©

Av. Prudente de Morais, 601, Sala 18- Zona 7, Maringá – PR

CNPJ: 40.257.437/0001-20